Irmão Jean-Philippe (1946-2014)

O irmão Jean-Philippe morreu em Taizé no dia 10 de Novembro, com 68 anos. Nasceu na Suíça, em Lausanne. Depois de ter estudado literatura, entrou na Comunidade em 1968.

Há muito tempo que seguia um tratamento para uma doença de coração. No entanto, foi o coração que parou subitamente, quando estava no seu quarto. As cerimónias fúnebres foram na igreja da Reconciliação no sábado 15 de Novembro, em presença da irmã, do cunhado e dos quatro filhos deles.

O irmão Roger discerniu a sua competência pouco tempo depois de ele ter chegado a Taizé e confiou-lhe importantes responsabilidades, nomeadamente na gestão da vida material da Comunidade e na edição de livros e revistas publicados por Les Presses de Taizé.

No final dos anos 1980 e no início dos anos 1990, o irmão Roger pediu-lhe para ir por uns tempos apoiar os irmãos que viviam nos Estados Unidos. Passou assim vários meses com eles em Nova Iorque, num bairro pobre chamado Hell’s Kitchen (a Cozinha do Inferno), e em Milwaukee, num bairro afro-americano. Com outros irmãos, viajou pelos Estados do Midwest dos EUA e no Texas, para ajudar a preparar jovens para o encontro norte-americano que Taizé organizou em Dayton, Ohio, em 1992.

Depois regressou a Taizé, onde voltou a assumir diferentes tarefas administrativas, nomeadamente relacionadas com as questões de Vistos para jovens de vários países de outros continentes que vêm participar nos encontros internacionais em Taizé.

Quando surgiu a guerra na ex-Jugoslávia, no início dos anos 1990, fez visitas na Croácia, onde havia muitos refugiados. Preparou a estadia em Taizé de vários grupos de crianças da Bósnia, que precisavam de um tempo de descanso e, depois, a instalação na aldeia de uma família de Sarajevo que ainda hoje vive em Taizé.

Muito culto, este homem bom e humilde apreciava o belo e tinha uma paixão por livros. Sabia sempre aconselhar aos irmãos ou aos seus interlocutores a leitura que lhes convinha.

Ao longo de toda a sua vida, acompanhou espiritualmente várias pessoas que hoje falam em uníssono da sua qualidade de escuta, da sua delicadeza, do seu respeito e da sua serenidade.

Printed from: http://www.taize.fr/pt_article17327.html - 12 November 2019
Copyright © 2019 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France