TAIZÉ

A Páscoa em Taizé

Celebrar a Ressurreição na esperança de um mundo melhor

 


Fotografia: Philipp Luxi

Domingo de Ramos: uma peregrinação ao lago

Na manhã do Domingo de Ramos, a Semana Santa começou em Taizé com a agora tradicional peregrinação à fonte de Santo Estevão, junto ao lago.

#PalmSunday at #Taizé, pilgrimage at the source

Une Fotografia publiée par Taizé (@taize.community) le


Terça-feira: em comunhão com o sofrimento em Bruxelas e noutros lugares

As tristes notícias da Bélgica, sobre os terríveis ataques assassinos no coração desta cidade europeia, chegaram à colina no início da Semana Santa. O irmão Alois rezou pelas vítimas de toda a violência terrorista no mundo:

Deus de compaixão, tu estás junto a todos os que sofrem a crueldade da violência humana. Confiamos-te as vítimas dos ataques desta manhã na Bélgica e as suas famílias. Confrontados com o incompreensível sofrimento dos inocentes no mundo, acreditamos que as palavras de Jesus, palavras de amor e de esperança, permanecerão para sempre. E imploramos-te: dá a tua paz, venha o teu reino.

After the attacks in Brussels, Brother Alois said the following prayer for the victims:“God of compassion, you remain...

Posted by Taizé on Tuesday, March 22, 2016


Quinta-feira Santa: a memória da Última Ceia de Cristo

Um momento importante da Semana Santa é o lava-pés, quando se celebra simbolicamente o gesto de Jesus segundo João 13. No início da Eucaristia, os irmãos, ajudados por voluntários, lavaram os pés de todos aqueles que o desejaram. No final da celebração, a reserva eucarística foi transferida para uma capela até domingo de manhã. A paixão de Cristo e a espera da alegria de Páscoa marcaram os dois dias seguintes.

Parte da oração da noite está disponível em podcast.


Sexta-feira: por nós, Cristo permaneceu fiel até à morte

Neste dia, um sino tocou às 15h, a hora em que, segundo os Evangelhos, Jesus morreu. De um extremo ao outro da colina, instalou-se um momento de silêncio contemplativo. O acolhimento dos muitos jovens que chegavam nessa tarde também foi interrompida por alguns minutos.

À noite, vários cantos comoventes, a ladainha das «Improperias» e um cântico que não tinha sido cantado durante muitos anos, «Memento Nostri Domine», foram cantados por todos, enquanto o irmão Alois e alguns irmãos jovens levavam a cruz em procissão pela igreja.

Entre as intenções de oração, foram mencionados os povos da Síria e da China e os nomes de cristãos perseguidos por causa da sua fé. De seguida, a oração à volta da cruz continuou durante toda a noite, até de manhã.

Parte da oração da noite está disponível em podcast.

Tonight, for Good Friday, the prayer started by a short prayer read in twelve languages: “God of love, look upon your...

Posted by Taizé on Friday, March 25, 2016


Sábado Santo: o tempo de espera

Neste dia, os irmãos e as numerosas pessoas que chegaram a Taizé para o fim-de-semana de Páscoa viveram, tal como muitos cristãos em todo o mundo, a espera da alegria de Páscoa. Em Taizé, a vigília de sábado à noite não é a vigília pascal. Uma antecipação alegre foi dada, no entanto, com a entrada de um jovem francês na Comunidade.

Após a oração da noite, o irmão Alois partilhou uma meditação cujo texto está publicado no site.

Parte da oração da noite está disponível em podcast.


Domingo de Páscoa: a alegria da ressurreição

Domingo de manhã, a grande multidão aglomerava-se à entrada da da igreja. Como nas duas noites anteriores, os irmãos reuniram-se à volta do altar, para começar a celebração com o sinal da luz pascal. Depois, o primeiro «Aleluia» e o «Lumen Christi» foram cantados por todos. Várias leituras, o «Exultet» e de seguida um novo cântico, acompanhado de forma inédita por um enorme gongo, encheu o ambiente de alegria.

O irmão Alois disse a seguinte oração:

Jesus Cristo, na tua vida o ódio e a morte não tiveram a última palavra. Tu ressuscitaste. Mesmo sendo invisível aos nossos olhos, estás presente para cada ser humano. O teu Espírito Santo faz nascer em nós a coragem da misericórdia para com aqueles que estão próximos e para com aqueles que estão longe. Num mundo em que frequentemente nos sentimos transtornados pela violência, concedes-nos esperar contra toda a esperança.

Esta oração está disponível em várias línguas no documento:

PDF - 226.9 kb

No final da Eucaristia, com referência às mulheres que no Evangelho foram as primeiras a anunciar a ressurreição, as irmãs que vivem em Taizé e em Ameugny disseram a saudação pascal em mais de vinte línguas. Pela primeira vez em Taizé, a saudação de Páscoa também foi expressa numa linguagem de sinais. Alguns jovens tiveram a ideia de fazer um pequeno clip com esta saudação de Páscoa:

Easter Greeting

People from all over the world, at Taizé for Easter, say the greeting "Christ is risen!" in their languages. A film by Ruth Martinez, edited by Joana Duarte.

Posted by Taizé on Monday, March 28, 2016

Parte da Eucaristia está disponível em podcast.


Matas, um jovem lituano, escreve:
Vindo a Taizé pela primeira vez na Semana Santa, eu queria conhecer jovens de diferentes países do mundo que tinham decidido deixar suas tradições familiares e suas vidas quotidianas para vir a Taizé viver as maiores celebrações do ano. Jesus pediu aos seus discípulos: «Ficai comigo, vigiai e orai» (Mt 26,38). Foi muito importante para mim compreender que estamos unidos: uma comunidade em Cristo, partilhando sobre temas muito pessoais, como a fé, a confiança, a oração, a ressurreição. Foi isso que senti no meu grupo de partilha após a reflexão bíblica.

Na parte da manhã, trabalhava como animador com crianças na Olinda. Observei como eles vêem Jesus Cristo, como eles compreendem a sua paixão. Tivemos um momento muito profundo, durante uma oração em grupo, quando todas as crianças e os voluntários permaneceram em silêncio por alguns minutos. Nunca poderei esquecer aquele sentimento de alegria na Eucaristia da manhã de Páscoa. A igreja estava cheia de felicidade, cheia de alegria, cheia de Cristo ressuscitado em cada coração.


A celebração pascal pode ser ouvida na íntegra em podcast no site da Domradio.

Última actualização: 5 de Abril de 2016