Protecção das pessoas em Taizé

As práticas

Este artigo explica as práticas de protecção das pessoas relativas aos participantes nos encontros, quer sejam menores ou maiores de idade.

1. Diferentes responsabilidades para com os jovens de 15-17 anos

- Para que um jovem menor de 18 anos participe nos encontros em Taizé é necessária a autorização dos seus representantes legais [1]. Estes devem designar alguém com mais de 18 anos como responsável pelo jovem. Para além disso, os representantes legais devem poder ser contactados em qualquer momento para questões médicas ou de disciplina relativas ao jovem menor.

- Os responsáveis de grupo [2] asseguram-se que cada menor de 18 anos que viaja no seu grupo traz sempre consigo um documento assinado pelos seus responsáveis legais autorizando um adulto do grupo a por tomar decisões, caso surjam questões urgentes. Esta pessoa informa imediatamente os responsáveis legais em tais situações. O responsável de grupo deve estar especialmente atento para a segurança destes menores de 18 anos. Ele assegura-se nomeadamente que os membros do seu grupo não saem de Taizé e que participam plenamente no programa proposto.

- Se os responsáveis legais não estiverem presentes em Taizé, os menores de 18 anos estão sob a responsabilidade de um maior de 18 anos escolhido por eles. Esta pessoa pode ser o responsável de grupo ou outra pessoa. A pessoa com esta responsabilidade deve comunicar aos responsáveis legais todas as dificuldades encontradas pelos jovens menores, mantendo uma ligação estreita com o responsável de grupo.

- Durante os tempos de partilha em pequenos grupos, as pessoas designadas como «pessoas de contacto» (de preferência com 20-29 anos, mas com mais de 30 se tal for impossível) ajudam a animar os grupos juntamente com a pessoa que apresenta a introdução bíblica. Os responsáveis de grupo continuam durante este tempo a assegurar que os seus jovens participam nestas actividades e mantêm a responsabilidade em tudo o que se refere à protecção das pessoas do seu grupo. Também preparam as pessoas de contacto para o seu papel e asseguram que estas pessoas são aptas a trabalhar com menores de 18 anos.

1.1 Algumas regras básicas para o acompanhamento de jovens entre os 15 e os 17 anos em Taizé

Respeito

- Respeitar sempre a integridade do jovem em toda a sua diversidade.
- A intimidação pode manifestar-se de diferentes formas e pode também incluir actividades ou jogos inapropriados, que levam à troça ou à humilhação mesmo que essa não tenha sido a intenção principal.
- Garantir que o jovem se sente sempre acolhido, mesmo com as fragilidades que traz.
- Não pressionar os jovens a revelar segredos, ou qualquer coisa com que se sintam desconfortáveis, durante os tempos de partilha.
- Usar linguagem e comportamentos adequados - por exemplo, não fumar durante os tempos de partilha.
- A utilização inadequada da Internet, incluindo das redes sociais, deve ser sempre evitada.
- - Abster-se de todas as formas de assédio, de qualquer assédio sexual, inclusive na forma de «sexting» [3], todos puníveis pela lei francesa.
- Não pedir dados de contacto ou perfis de redes sociais a jovens menores de 18 anos fora do grupo com o qual viajou.

Vigilância

- Não sair de Taizé a menos que a pessoa que anima a introdução da Bíblia o sugira explicitamente.
- Nunca se isolem com um dos jovens fora do campo de visão do grupo.
- Se precisarem de escutar mais especialmente um jovem, façam isso mantendo-se dentro do campo de visão dos outros.
- Todo o consumo de álcool ou de drogas deve ser assinalado.

2. Diferentes responsabilidades para com as pessoas com mais de 18 anos, especialmente as que são vulneráveis

- Os responsáveis de grupo asseguram que qualquer adulto vulnerável com mais de 18 anos seja devidamente preparado e acompanhado. O responsável de grupo deve estar especialmente atento para a segurança destes adultos vulneráveis.

- Se a participação plena no programa for problemática para estas pessoas ou se houver necessidades particulares de alojamento, o grupo deve mencionar isso na inscrição. Se uma pessoa se tornar vulnerável durante a estadia, o responsável de grupo deve falar imediatamente com o irmão que trabalha na Casa.

- Se os adultos vulneráveis estiverem sob tutela legal, devem especificar na inscrição por que razão estão sob tutela, fornecendo os dados de contacto do seu tutor. O tutor deve então enviar um documento, cujo conteúdo permanecerá confidencial, para protection taize.fr, explicando o que é possível para esta pessoa e quaisquer precauções especiais que devam ser tomadas. Se esta pessoa fizer parte de um grupo, o responsável de grupo deve estar especialmente atento à sua segurança.

- O responsável de grupo deve encorajar certos jovens do seu grupo com idades entre os 18 e os 29 anos a proporem-se para «pessoas de contacto», para ajudarem na animação dos pequenos grupos juntamente com a pessoa que apresenta a introdução da Bíblia. Os responsáveis de grupo continuam durante este tempo a assegurar que os seus jovens participam nestas actividades e mantêm a responsabilidade em tudo o que se refere à protecção das pessoas do seu grupo.

2.1 Algumas regras básicas para acompanhar pessoas com mais de 18 anos, especialmente aquelas que são vulneráveis

Respeito

- Respeitar sempre a integridade das pessoas em toda a sua diversidade.
- A intimidação pode manifestar-se de diferentes formas e pode também incluir actividades ou jogos inapropriados, que levam à troça ou à humilhação, mesmo que essa não tenha sido a intenção principal.
- Garantir que as pessoas se sentem sempre acolhidas, mesmo com as fragilidades que trazem.
- Não pressionar as pessoas a revelar segredos durante os tempos da partilha.
- Usar linguagem e comportamentos adequados - por exemplo, não fumar durante os tempos de partilha.
- A utilização inadequada da Internet, incluindo das redes sociais, deve ser sempre evitada.
- Abster-se de todas as formas de assédio, de qualquer assédio sexual, inclusive na forma de «sexting» [3], todos puníveis pela lei francesa.
- Não pressionar as pessoas para obter detalhes de contacto ou perfis de redes sociais.

Vigilância

- Verificar sempre com um irmão se desejam sair de Taizé.
- Qualquer consumo de drogas ou consumo excessivo de álcool deve ser assinalado.

[1O representante legal pode ser um (se sozinho for detentor da autoridade parental) ou ambos os pais (se a tutela for partilhada), ou alguém nomeado pelas autoridades competentes como tutor legal.

[2Um responsável de grupo é a pessoa com mais de 18 anos que traz para um grupo de jovens a Taizé e que é responsável por eles durante toda a sua estadia.

[3«Sexting» é o envio, recepção ou reencaminhamento de mensagens, fotografias ou imagens sexualmente explícitas.

Printed from: https://www.taize.fr/pt_article28380.html - 20 September 2021
Copyright © 2021 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France