Irmão Sylvain (1933-2021)

Na terça-feira, 2 de Fevereiro, o irmão Sylvain faleceu pacificamente. Esteve em boa forma até ao último dia, em que jantou com os irmãos e, durante a refeição, sentiu-se mal. Morreu de repente. Tinha 87 anos.

A celebração em sua memória teve lugar na sexta-feira 5 de Fevereiro ao meio-dia na Igreja da Reconciliação em Taizé.


 [1]

Oração do irmão Alois

Louvado sejais, Deus de todos os humanos, pelo nosso irmão Sylvain, pela longa vida que lhe deste na terra e pela sua presença humilde e discreta entre nós.

Ao longo da sua vida, apoiaste-o pelo Espírito Santo, mesmo ainda muito jovem quando perdeu a sua mãe e teve de assumir responsabilidades para ajudar a sua irmã e o seu irmão. Aprendeu a manter, inclusivamente nas provações, um temperamento alegre e um grande sentido de humor, irradiando um espírito de fé naqueles que colocaste no seu caminho.

Agradecemos-te por tê-lo acompanhado especialmente durante os quarenta anos em que ele viveu com irmãos em fraternidades nas Filipinas, no Japão e na Coreia. Com eles e como eles, por causa de Cristo e do Evangelho, procurou estar próximo dos mais vulneráveis e criar, com grande simplicidade, pontes entre diferentes culturas e diferentes rostos da humanidade.

Concedeste-lhe nascer numa antiga família Huguenote, nas montanhas de Ardèche. Foi a partir destas raízes que ele desenvolveu um profundo amor pela Sagrada Escritura e pelas histórias bíblicas: elas alimentaram a sua vida interior e, com os seus dons artísticos, soube representá-las nos seus desenhos e também na bela decoração da catedral de Oran.

Damos-te graças, Deus vivo, por lhe teres concedido uma morte pacífica e por o acolheres agora junto de ti.

 [2]

[1Fotografia: Martine Magnon para o Journal de Saône-et-Loire (todos os direitos reservados)

[2Fotografia: Taizé

Printed from: https://www.taize.fr/pt_article30432.html - 30 November 2021
Copyright © 2021 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France