Encontro Ecuménico de Jovens em Homs, Síria

28 de abril - 1 de maio de 2022

Durante o Encontro Ecuménico Internacional de Jovens que teve lugar no Líbano em Março de 2019, organizado pela comunidade de Taizé em conjunto com o Conselho das Igrejas do Médio Oriente e as várias Igrejas presentes em Beirute, cerca de sessenta jovens da Síria (que já tinham uma ligação a Taizé) conseguiram juntar-se aos 1800 outros jovens de vários países do mundo a participar neste encontro. Durante a visita de um irmão de Taizé a Homs e a outras cidades da Síria, em fevereiro de 2020, a pequena comunidade de padres jesuítas em Homs lançou a ideia de organizar um encontro ecuménico em conjunto com Taizé, para jovens, na Síria em 2021.

Este encontro teria lugar em Homs, preparado em conjunto com as outras Igrejas presentes nesta cidade, e acolheria jovens cristãos de várias regiões da Síria e de várias confissões cristãs. Devido ao contexto político e económico do país, parecia preferível que apenas jovens sírios participassem. Para eles, já seria a possibilidade de viver o sinal de uma esperança possível num contexto geral da vida quotidiana que é e provavelmente continuará a ser muito difícil por muito tempo. Depois houve a pandemia de Covid 19 que afetou a Síria como tantos outros países do mundo e o esperado encontro teve que ser adiado para o final de abril de 2022, período propício para tal evento.

Após meses de preparação com os jovens das várias comunidades cristãs e os responsáveis das várias Igrejas presentes em Homs, em estreita comunhão com a comunidade de Taizé, e graças ao enorme trabalho de contactos e coordenação in loco dos Padres Jesuítas e ao generoso apoio financeiro de "Oeuvre d’Orient", finalmente, no dia 28 de abril, o sonho pôde tornar-se realidade: cerca de 750 jovens de várias regiões da Síria e pertencentes a várias Igrejas presentes na Síria afluíram a Homs, num lindo dia de sol. É um acontecimento bastante excepcional para os jovens cristãos deste país, ainda terrivelmente marcado pela guerra civil que devastou todo o país nos últimos anos, uma guerra que levou a um êxodo maciço da população. Economicamente, o país está no limite, tendo sentido ainda mais duramente o colapso da vida económica e social do seu país vizinho, o Líbano.
Todos os jovens – com idades compreendidas entre os 18 e os 25 anos – são acolhidos em famílias na cidade de Homs. Nesta cidade, 10 paróquias encarregam-se das atividades das manhãs, com a participação em particular das Igrejas greco-ortodoxa, greco-católica, sírio-ortodoxa, sírio-católica, latino-romana, maronita e presbiteriana. Cerca de cinquenta ateliês permitirão que todos estes jovens se encontrem com alegria através de atividades práticas criativas como desenho, teatro, escultura, canto, música, dança, fotografia, etc. Duas vezes por dia, ao meio-dia e à noite, uma oração comunitária reúne todos os jovens sob uma vasta tenda de lona montada perto da igreja jesuíta de Homs. Os cânticos árabes tradicionais e os de Taizé em árabe alternam-se durante estas orações.

Esta quinta-feira à noite, depois das palavras de boas-vindas dos responsáveis das Igrejas presentes em Homs, será enviada uma mensagem de boas-vindas do irmão Alois, prior de Taizé, a todos os jovens reunidos para a primeira oração comunitária. Sexta-feira à noite e sábado à noite, durante as orações comunitárias, após o tempo de oração em silêncio, será lido um texto de meditação do irmão Alois, retomando cada vez um aspeto do tema deste encontro em Homs: como viver hoje de Deus, no concreto das nossas vidas, onde estamos e onde vivemos...

A crise de todos os jovens na Síria é profunda. Como não ficar paralisados pelas dificuldades da vida? Onde podemos encontrar a coragem da esperança para viver plenamente o momento presente? Em quase todas as partilhas que os irmãos de Taizé tiveram nos últimos meses com os jovens e adultos de Homs, voltou a surgir este apelo: rezem por nós, rezem para que este encontro corra bem, que seja fonte de alegria e de esperança para todos os jovens que virão, que ele nos ajude a viver o nosso hoje na Síria na confiança da fé, na certeza de que não estamos sozinhos, que rezam connosco. É este apelo que é feito a cada um de nós, especialmente nestes três dias.


Acolhimento dos participantes em Homs, na tarde de quinta-feira

Primeira oração comunitária, quinta-feira à noite

Decoração do local de oração

Oração à volta da cruz

Jovens participantes no último dia do encontro


Há vídeos disponíveis on line aqui [https://www.facebook.com/Taiz%C3%A9-Homs-106630958690334/], por exemplo, esta transmissão de uma oração:


As fotografias são de J. Alkhoueiry, do Líbano (para Taizé).

Printed from: https://www.taize.fr/pt_article33720.html - 24 February 2024
Copyright © 2024 - Ateliers et Presses de Taizé, Taizé Community, 71250 France